Curta e Siga


Sinais da Bipolaridade Infantil







As crianças que têm o transtorno bipolar são invadidas por uma montanha-russa de sentimentos sem que possam, muitas vezes, compreender exatamente o que estão sentindo. Caracterizada pela oscilação entre períodos de extrema euforia e outros de depressão, a bipolaridade até pouco tempo era considerada uma doença de adultos.

Quais são os sinais da bipolaridade infantil?

• Momentos de humor e excitação bastante elevados: felicidade ou irritação excessiva;
• Comportamentos que podem colocar a criança em situações perigosas: pular de lugares altos, por exemplo.
• O pequeno tenta mostrar superioridade em suas ações; assuntos de conversa com uma conotação de grandiosidade: só ele tem superpoderes, ninguém pode com ele, todos têm de fazer o que ele mandar, etc.
• A criança não sente tanto sono;
• A fala do pequeno é muito rápida; além disso, ele muda rapidamente de um assunto para outro sem encerrar o que havia começado;
• É possível notar o envolvimento em vários projetos escolares e em outras atividades no geral, mostrando grande disposição;
• Humor deprimido ou irritável em parte considerável do dia;
• Grande diminuição do interesse ou prazer em todas ou em quase todas as atividades;
• Perda ou ganho de peso de maneira significativa;
• Fadiga ou perda de energia;
• Agressões a terceiros ou a si mesmo. Em casos extremos, a criança pode tentar o suicídio;
• Recusa a ir à escola;
• Dificuldade para organizar a informação;
• Baixo controle dos impulsos;
• A criança pode manifestar prejuízo na memória episódica;
• Dificuldades em adquirir autonomia social;
• O pequeno presenta altos e baixos de aproveitamento acadêmico, que decai de forma inesperada e demora a ser recuperado devido às oscilações do humor presentes em seu cotidiano.

Ao desconfiar que uma criança sofre de transtorno bipolar, o mais indicado é procurar ajuda profissional. Assim, o pequeno passará por uma avaliação mental completa para receber um diagnóstico, já que ainda não há um teste definitivo que identifique o transtorno bipolar.

Muitas vezes, outras condições mentais, como depressão e Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), apresentam sintomas semelhantes. Por isso, é muito importante oferecer ao profissional o máximo de informações possível sobre o humor, padrões de sono, níveis de energia e histórico completo da criança, para que o médico consiga descartar as demais possibilidades.


Nos Siga nas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, Youtube . Adicione no grupo do Whatsapp

Deixe seu comentário e nos marque(@Sua Saúde) pra gente ver:

Nenhum comentário